A temida devolução é uma realidade que todos os empreendedores ou pessoas que comercializam algum tipo de produto, serviço ou conteúdo vivem. De maneira geral. existem 2 formas legais disso acontecer: o chargeback e o reembolso.

Embora o resultado da operação seja o mesmo em ambos os casos (a devolução do dinheiro para o comprador), cada uma tem um conceito e aplicação diferentes.

Nesse artigo vamos te explicar os conceitos de cada uma e mostrar a forma mais adequada de proceder nas duas modalidades. Acompanhe a leitura!

Sumário (clique e vá direto para o assunto que deseja)

Afinal, o que é chargeback?

O chargeback acontece quando um assinante do seu material exclusivo entra em contato diretamente com a operadora de cartão de crédito e solicita o bloqueio do pagamento referente àquela compra.

Isso pode ocorrer por:

  • Irregularidade: quando alguém usou um cartão fraudado, sem o consentimento do dono);

  • Compra não reconhecida: o comprador não reconhece e solicita, junto à operadora, o cancelamento;

  • Ou até mesmo por má fé do assinante.

Como proceder mediante um chargeback?

Quando um usuário solicita o chargeback, o pagamento é bloqueado em sua operadora de cartão e, consequentemente, no Lastlink. Assim, todo o valor daquela venda também é bloqueado - desde para o assinante até para nosso comissionamento.

Como informa nos Termos de Uso do Lastlink no termo 12.9:

12.9 O Usuário está ciente de que em caso de chargeback por parte do Cliente, o Lastlink acatará o reembolso, não cabendo ao Usuário agir nestes casos.

Caso tenha alguma dúvida com relação a essa questão, você pode abrir uma solicitação em nosso chat com o assunto CHARGEBACK que nossa equipe estará à disposição para te auxiliar.

Entenda o que é reembolso

Já o reembolso não é um cancelamento de compra feito pela operadora do cartão, mas uma devolução do dinheiro gasto pelo cliente.

Está ação é manual e pode ser feita apenas pelo dono do produto ou serviço vendido.

Como se posicionar diante uma situação de reembolso?

É de responsabilidade do usuário realizar a devolução do pagamento ao usuário caso sua solicitação esteja nos padrões válidos e amparados legalmente. O termo de uso da Lastlink ainda diz no termo 12.2.2:

12.2.2 Caso o Usuário não realize o reembolso devido, o Lastlink se resguarda o direito de bloquear a conta do Usuário e, caso seja necessário, no prazo de [7] sete dias corridos da solicitação do reembolso, realizar o reembolso com valor retido.

Novamente, se precisar de ajuda nesse processo, basta abrir uma solicitação em nosso chat!

Conclusão

Agora que você entende os conceitos e aplicações dessas duas modalidades de devolução do valor pago pelo assinante do seu produto, serviço ou conteúdo, pode construir ações que diminuam os riscos de cada uma delas.

Para te ajudar nessa tarefa, separamos 2 artigos interessante para você aprofundar sobre o chargeback:

E já sabe né, se mesmo assim ficou aquela pulguinha atrás da orelha sobre esses assuntos, é só nos chamar no chat!

Se você gostou desse artigo, pode se interessar por esses também:

🧩 Saiba mais sobre saldo, saque, pagamento, cobrança e nota fiscal

🧩 As principais dúvidas dos produtores de conteúdo respondidas nesse artigo!

🧩 Entenda tudo sobre seus assinantes!

Encontrou sua resposta?